Nesta semana realizei a partir do convite de um amigo uma oficina sobre PHP para iniciantes na Semana da informática da UTFPR em Curitiba. Cheguei com expectativas alinhadas e fui surpreendido! Ficou curioso? Então leia até o final e entenda.

Inicialmente eu sabia que seria uma turma que estaria lá uns por mera curiosidade, outros por interesse com relação à linguagem e outros ainda como uma forma de prestigiar o que a universidade estava disponibilizando de forma gratuíta. Como ainda estou começando a me envolver com a comunidade o friozinho na barriga foi inevitável pois por mais que as expectativas estivessem alinhadas, a cada participante que adentrava a sala eu ficava mais apreensivo (nossa, esse cara tem cara de que manja, esse outro tem cara de que além de manjar pra caramba veio pra me avaliar somente, e outros pensamentos deste tipo).

A oficina tinha a capacidade para 15 participantes e um total de 60 realizaram inscrição. Como o laboratório não suportava tanta gente e também porque ficaria pesado demais para monitorar mesmo com a ajuda deste meu amigo, foram permitidas as entradas de 18 participantes. O que já tornou a oficina um grande desafio, visto que a atenção deve ser igual à todos.

Enfim, fiz uma oficina às avessas. Expliquei o que era o PHP, porque utilizá-lo, como se portar de forma mais profissional com os projetos desenvolvidos com a linguagem e mãos na massa!

Ao longo de duas horas apresentei de forma básica a construção de um blog em PHP explicando passo a passo que era dado na mesma. Após o término da prática é que fui de fato me apresentar. Ainda não sei o motivo porque fiz desta forma mas gostei 🙂

Um dos pontos que mais me chamou a atenção na oficina foi a curiosidade dos participantes. Diferentemente do que eu havia julgado no começo, a grande maioria estava realmente interessada em aprender a linguagem e não estava lá somente pra conseguir o seu certificado de participação ou coisa parecida. Fiquei maravilhado com o engajamento, uma turma extremamente participativa e muito mas muito curiosa mesmo!

Ao final apresentei um projeto chamado OSER (Open Source Event Report) que iniciara um dia antes da oficina mas que já era possível realizar a avaliação do conteúdo e gerar relatório para mim e para a organização do evento poder mensurar os resultados. O mais incrível foi ver a cara de surpresa dos participantes quando eu mencionei que fiquei até quase 4 horas da manhã pra terminar a versão que eles utilizaram para tal avaliação, foi gratificante.

Ah, segue a consolidação da avaliação com um total de 100% dos participantes, show!!!

https://goo.gl/hgQbTd

Toda essa experiência me deu mais ânimo para prosseguir com o projeto OSER que surgiu através de uma conversa com o Jeam Martins Alves, acadêmico da UTFPR e também a continuar cada vez mais me envolvendo com a comunidade, desde a de prodfissionais como a do mundo acadêmico.

Pra finalizar apenas deixo aqui o link para o acompanhamento da construção do blog em PHP que tive a intenção de apresentá-lo na íntegra na oficina mas não foi possível por causa do tempo. Este conteúdo é didático e muito fácil de acompanhar, baixe-o aqui.

 

Categories: Eventos

Andre Cardoso

Pai do Gab e da Mel, desenvolvedor PHP, co-autor do livro TDD com PHP (www.tddcomphp.com.br) e palestrante. Apaixonado por código de qualidade e resultados fantásticos.